Secretário Danilo Furtado recebe futura secretária de Educação

27/11/2014

O secretário de Estado de Educação, Danilo Furtado, recebeu, nesta terça-feira (25), a visita do próximo titular da pasta, Áurea Prazeres. Ela esteve na sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) acompanhada de integrantes de sua futura equipe de trabalho.

Danilo Furtado fez uma exposição geral das ações da secretaria e ficou acertada uma agenda de trabalho entre a atual equipe e a que vai tomar posse no próximo ano.

"Vamos prestar todas as informações e dar todas as explicações que a futura secretária e sua equipe de trabalho precisar. Queremos colaborar no que for possível”, disse Danilo Furtado.

Encontro discute programa que abre vagas para estrangeiros

O Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), que oferece vagas gratuitas em instituições de ensino superior brasileiras para estrangeiros que desejem fazer graduação no Brasil, está completando 50 anos e, para celebrar a data, o Ministério da Educação está realizando o Encontro Nacional do PEC-G, que se estende até esta sexta-feira, 28.

O encontro tem dois objetivos: refletir sobre o que já passou e debater os desafios que ainda estão por vir. “Se voltarmos 50 anos atrás, nos perguntamos como era possível pensar numa internacionalização com uma taxa de analfabetismo que era de mais de 50%”, comentou o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, na manhã desta quinta-feira, 27, durante a cerimônia de abertura do encontro, realizado no auditório do Ministério.

O PEC-G agrupa atividades e procedimentos de cooperação educacional internacional, preferencialmente com os países em desenvolvimento, com base em acordos bilaterais vigentes. Atualmente, recebe estudantes de aproximadamente 55 países. O foco é a formação e capacitação do estudante estrangeiro em curso de graduação no Brasil e seu retorno ao país de origem ao final do curso.

Também participaram do evento o secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Speller, a diretora de desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino do MEC, Adriana Weska, e o diretor-geral do departamento cultural do Ministério das Relações Exteriores, George Torquato Firmeza, entre outras autoridades.

Programa – O PEC-G oferece oportunidades de formação superior a cidadãos de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais e culturais. Desenvolvido pelos ministérios das Relações Exteriores e da Educação, em parceria com universidades públicas – federais e estaduais – e particulares, o PEC-G seleciona estrangeiros, a partir de 18 e preferencialmente até 23 anos, com ensino médio completo, para realizar estudos de graduação no país.

São selecionadas preferencialmente pessoas inseridas em programas de desenvolvimento socioeconômico, acordados entre o Brasil e seus países de origem. Os acordos determinam a adoção pelo aluno do compromisso de regressar ao seu país e contribuir com a área na qual se graduou.

Fonte: MEC

Prazo para inscrição em seletivo da rede estadual terminará na quarta-feira

Estudantes do último ano do Ensino Fundamental, que queiram fazer o Ensino Médio na rede estadual de ensino, têm até a próxima quarta-feira (3) para fazer a inscrição no processo seletivo para ingresso no primeiro ano do Ensino Médio. O processo será realizado nos quatro municípios da Unidade Regional de Educação de São Luís (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), além das cidades de Imperatriz, Caxias e Timon.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas unicamente pela internet, no endereço eletrônicowww.educacao.ma.gov.br/matricula2015. Na página, estão disponíveis o formulário eletrônico de inscrição e o regulamento, com todas as informações sobre o processo. Na inscrição, os alunos podem indicar três opções de escolas, que devem ser da mesma regional. Nas escolas onde a procura for maior que o número de vagas, os inscritos terão que fazer o seletivo, com provas de Português e Matemática, que serão aplicadas no dia 21 de dezembro, das 13h às 17h.

A partir do dia 18, e até 21 de dezembro, os alunos inscritos deverão acessar a página da Matrícula Eletrônica para imprimir o Cartão de Confirmação de Inscrição, que indicará o local de realização do exame seletivo. Na página também está disponível o conteúdo programático das provas. O resultado será divulgado dia 30 de dezembro, e as matrículas serão na segunda quinzena de fevereiro de 2015.

Mesmo que ainda não tenha concluído o Ensino Fundamental, mas esteja no último ano, o aluno que quiser fazer o Ensino Médio na rede estadual deve se inscrever. A expectativa da Secretaria de Estado da Educação é de que 22 mil estudantes participem do seletivo. O secretário-adjunto de Gestão Institucional da Seduc, Emanoel Claudino, afirma que é importante o aluno se antecipar. “Há vagas disponíveis para todos, mas o aluno que não fizer a inscrição pode não conseguir vaga na escola que deseja”, explica.

Pontos de apoio para inscrição

A Secretaria de Estado da Educação disponibiliza 10 pontos de apoio para que os alunos acessem a internet e façam as inscrições, nos seguintes locais:

1 - Centro Educacional São Cristóvão, na Avenida Guajajaras (São Luís).

2 - C. E. José Justino Pereira, Avenida 103, Unidade 103, Cidade Operária (São Luís).

3 - Unidade Integrada Joaquim Gomes de Sousa, Avenida 9, Cohab Anil 3 (São Luís).

4 - C. E. Humberto de Campos, Avenida Kennedy (São Luís).

5 - C. E. Bernardo Coelho de Almeida, Centro, ao lado do Costa Rodrigues (São Luís).

6 - C. E. Estado da Guanabara, Rua 28 de Julho, Centro (São José de Ribamar).

7 - C. E. Domingos Vieira Filho, Avenida 06, Maiobão (Paço do Lumiar).

8 - NTE – Núcleo de Tecnologia Educacional (CE Inácio Passarinho), Avenida General Sampaio, Morro do Alecrim (Caxias).

9 - Centro de Formação de Professores (URE de Imperatriz), Avenida Simplício Moreira, Centro (Imperatriz).

10 - NTE – Núcleo de Tecnologia Educacional (URE de Timon), Praca São José, Centro (Timon).

Governadora Roseana comemora avanços na educação na região Metropolitana de São Luís

A governadora Roseana Sarney comemorou os resultados do Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas (IDHM), em relação ao índice educação, que colocou o Maranhão em destaque nacional. A Região Metropolitana de São Luís obteve o melhor resultado entre as 16 regiões analisadas.

“O Maranhão, na área de educação, está à frente de vários outros estados, aproveito para parabenizar os nossos professores. A maior parte do ensino básico de São Luís é do governo, por isso é um orgulho para todos nós termos essa avaliação”, afirmou a governadora, que ressaltou a efetividade das políticas públicas educacionais.

Formada pelos municípios de Alcântara, Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar e São Luís, a Região Metropolitana obteve um índice de 0,737 em um máximo possível de 1,0, superando regiões metropolitanas de São Paulo, Distrito Federal, Curitiba e Rio de Janeiro.

O secretário de Educação, Danilo Furtado, enfatizou que os resultados refletem o trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado, em parceria com secretarias municipais de Educação, ampliando o acesso à educação com vista à universalização da educação básica. “Os dados positivos indicam a efetividade das políticas públicas educacionais desenvolvidas pelo governo Roseana Sarney, no intuito de melhorar a qualidade de vida da população”, ressaltou.

O IDHM educação é obtido por meio de análise de quatro aspectos relativos ao desenvolvimento educacional: fluxo escolar, expectativa de anos de estudo, escolarização da população adulta e os dados de matrículas na educação básica em 2010.

O secretário destacou que o trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado em programas de alfabetização e educação de jovens e adultos também reflete o crescimento exposto no IDHM. A taxa de adultos com mais de 25 anos analfabetos da Região Metropolitana caiu de 11,38% em 2000 para 6,98% em 2010.

Outro ponto ressaltado é a diminuição do índice de adultos com fundamental incompleto, de 34,45% em 2000 para 24,72% em 2010, o que demonstra a efetividade do trabalho desenvolvido na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) pelo Estado em parceria com os municípios.

Entre os anos de 2000 e 2010, houve um salto no número de jovens que concluem a última etapa da educação básica. Em 2000, 26,60% dos jovens entre 18 e 20 anos haviam concluído o ensino médio, já em 2010 este índice saltou para 50,49% dos jovens, o que representa quase 10 pontos percentuais a mais que a média nacional, constituída por 41,01% dos jovens que concluem esta etapa.

O aumento dos jovens concluintes do ensino médio se reflete ainda no aumento da expectativa de anos de estudo da população, que passou na região metropolitana de São Luís, de 9,37 anos em 2000, para 10,3 anos em 2010.

Seduc, Sedes e Fapema fazem balanço das ações no “Café com informação”

24/11/2014

Gestores das secretarias de Estado de Educação (Seduc), de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) apresentaram nesta quinta-feira (20), a jornalistas, durante a 9ª edição do “Café com informação”, as ações realizadas nos últimos seis anos em suas áreas pelo governo Roseana Sarney. 

O evento aconteceu na última quinta-feira (20), no Hotel Luzeiros, em São Luís. Promovido pela Secretaria de Estado da Comunicação Social (Secom), as exposições do “Café com informação” visam prestar contas à sociedade das ações desenvolvidas pelo governo do estado nos últimos quatro anos.

A presidente da Fapema, Rosane Guerra, abriu as atividades destacando que, nos últimos cinco anos, o Governo do Estado investiu cerca de R$ 400 milhões no fomento à pesquisa no estado, o que elevou a oferta de cursos de pós-graduação - mestrado e doutorado - pelas instituições de ensino superior do Maranhão de 19 para 40 programas, acarretando um aumento do número de doutores de 152, em 2009, para 1.456 em 2014. 

"Considerando que o número de doutores tem relação direta com o PIB, os investimentos e ciência, tecnologia e inovação contribuíram para um melhor desempenho socioeconômico do Maranhão", disse a presidente da Fapema.

Ainda de acordo com Rosane Guerra, no quadriênio, foram disponibilizados, pela Fundação, cerca de 150 editais que contemplam pesquisadores nas mais diversas áreas.

Também foi destacado por Rosane Guerra investimentos na capacitação de professores das Instituições de Ensino Superior e a criação de novos grupos de pesquisa. Este ano, a Fapema firmou com a CAPES acordo, com validade até 2019, para injetar recursos da ordem de R$ 31,2 milhões para instituir a cooperação técnico-científica entre as duas instituições.

"Chegamos a outubro de 2014 com 33 projetos inovadores desenvolvidos em empresas maranhenses, totalizando cerca de R$ 6 milhões investidos nessa atividade”, informou Rosane Guerra. Ela também falou a inserção internacional da Fapema por meio de acordos de cooperação com agências e instituições internacionais. 

Educação

Em seguida, o secretário de Estado de Educação, Danilo Furtado, falou das ações desenvolvidas no quadriênio 2011-2014, destacando as atividades estruturantes realizadas pelo Governo do Estado visando à melhoria das condições da oferta da educação pública.

O secretário detalhou 20 grandes ações, com foco nas medidas que nortearão as políticas educacionais do estado, como a aprovação do Estatuto do Educador, do Plano Estadual de Educação, Elaboração e Implantação das Diretrizes Curriculares da Educação Básica em 100% das escolas estaduais e o fortalecimento do Regime de Colaboração, com apoio Técnico aos 217 Municípios na Elaboração de seus Planos Municipais de Educação.

Danilo Furtado apresentou as melhorias na estrutura física das escolas, alcançadas por meio do programa Mais Ensino, realizado em parceira com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que estabeleceu padrões mínimos de infraestrutura, gestão e ensino para as escolas estaduais.

Para o secretário, as ações desenvolvidas deixam um legado positivo à secretaria, permitindo à nova gestão a continuidade dos avanços. Falou da Implantação do Sistema Integrado de Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação das Escolas (SIAMA), realizado em parceria com o Instituto Ayrton Senna; a ampliação da jornada escolar em 592 escolas e aimplantação do primeiro Centro de Idiomas Público do Maranhão, beneficiando mais de 700 alunos.

Outros pontos expostos foram os avanços na atenção à educação especial, com a implantação de 416 salas de Recursos Multifuncionais em escolas públicas destinadas aos alunos da educação especial, e ampliação assegurada para mais 100 unidades em 2015; a intensificação do combate ao analfabetismo por meio do Programa Brasil Alfabetizado, que beneficiou 305.327 pessoas, gerando uma efetiva diminuição no número de analfabetos no Maranhão, além da autorização de um novo concurso público com três mil vagas, que resolverá o déficit de profissionais de educação na rede estadual.

Sedes

A 9ª edição do projeto “Café com informação” foi encerrada com a participação do secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho. Ele informou aos jornalistas que, até o final do ano, dois milhões de refeições serão consumidas pelos usuários dos restaurantes populares na região metropolitana de São Luís.

Fialho informou que de junho de 2012 a outubro deste ano, foram servidas 1.857.754 nos seis restaurantes populares instalados nos bairros da Cidade Olímpica, Anjo da Guarda, Vila Luizão, Maiobão, Coroado e Liberdade. Nos restaurantes são oferecidas mil refeições diárias – de segunda a sexta-feira – com cardápios elaborados por uma equipe de nutricionistas, em um ambiente higiênico e confortável.

Os restaurantes atendem à população de baixa renda, idosos, desempregados e outros. A refeição tem preço simbólico de apenas R$ 1,00. No ano passado, o Governo do Estado investiu R$ 2.939.666,67 e neste ano foram aplicados R$ 6.369.149,33.

Fialho também falou dos investimentos estaduais na construção de 158 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e 18 Centros de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), além das centenas de estradas vicinais melhoradas em todo o estado. Com essa infraestrutura, os municípios poderão desenvolver com plenitude a política social do governo.

O secretário detalhou o trabalho de coordenação do Programa Bolsa Família e do Pronatec; a expansão do trabalho de assistência técnica prestada ao agricultor familiar por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do maranhão (Agerp) e a regularização fundiária sob responsabilidade do Instituto de Terras e Colonização do Maranhão (Iterma) foram citados pelo secretário como programadas que garantiram aos maranhenses maior qualidade de vida e direitos assegurados.

Na conversa com os jornalistas, Fernando Fialho falou da contribuição do Maranhão para tirar o Brasil do “Mapa Mundial da Fome”, conforme o relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). O avanço é resultado da aplicação de um conjunto de ações do Governo do Estado, que conseguiu tirar da pobreza extrema 2,3 milhões de maranhenses.

Inscrições para curso de francês serão abertas na sexta-feira

18/11/2014

Estudantes de universidades federais e estaduais e de institutos federais poderão se habilitar a partir da próxima sexta-feira, 21, a uma das 1,5 mil vagas para o curso on-line de língua francesa do Français sans Frontières. As regras para participação no processo seletivo do curso, que integra o Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), constam do Edital nº 33, publicado nesta terça-feira, 18, no Diário Oficial da União.

Ofertado pelo Ministério da Educação em parceria com a Embaixada da França no Brasil e com a Aliança Francesa, o curso gratuito estará disponível em 95 instituições distribuídas nas cinco regiões do país. O curso tem dois níveis, A1 e A2, divididos em 24 módulos, cujo objetivo é trabalhar compreensão oral e escrita, vocabulário e gramática.

As inscrições poderão ser feitas a partir das 12h desta sexta-feira, 21 de novembro, até às 12h do dia 8 de dezembro, pelo horário de Brasília. Para se inscrever, o candidato deve ser aluno de graduação, mestrado ou doutorado com matrícula ativa nas universidades federais, universidades estaduais ou institutos federais credenciados ao IsF, além de ter concluído até 90% do total de créditos de seu curso.

O estudante selecionado receberá no dia 23 de fevereiro de 2015 nome de usuário e senha para realizar o seu cadastro na plataforma do curso Français sans Frontières. Caso não efetive a matrícula no prazo indicado, não poderá participar do curso nem concorrer a editais futuros do IsF-Francês.

As regras para participar do processo seletivo podem ser conferidas na página do IsF-Francês.

Fonte: MEC

Ministro e secretários discutem estratégias para ensino público

13/11/2014

O ministro da Educação, Henrique Paim, participou na manhã desta quinta-feira, 13, em Fortaleza, da abertura da 4ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed). O evento, com duração de dois dias, discute estratégias e ações de melhoria da educação pública brasileira.

No encontro com os secretários das 27 unidades da Federação, Paim disse que a parceria do MEC com as secretarias estaduais é fundamental para a implantação de políticas públicas, entre as quais o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, o Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio e o Plano Nacional de Educação (PNE) de 2014-2024.

Segundo o ministro, com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), além de outras iniciativas, a União deu aos estados a condição de investir na formação e na valorização dos professores.

Na agenda da reunião do Consed também consta um balanço sobre o andamento dos planos estaduais de educação, educação profissional, educação indígena e de jovens e adultos.

Fonte: MEC